Monday, April 12, 2010

O HOMEM LIVRE

O HOMEM LIVRE


António Pedro Ribeiro




Às vezes perguntam-me o que vou fazer no dia seguinte.


O dia seguinte é, muitas vezes, o dia livre, sem compromissos, sem encontros marcados.


Acordo, almoço, vou até ao café ler e escrever.


A maior parte das vezes não se passa nada de extraordinário, passa uma gaja boa, uma cara bonita, como quiserem,


as beatas falam da vida alheia.


Algumas vezes é mesmo entediante. Mas é meu.


O tempo é meu e só meu. A vida é minha e só minha. Ninguém ma tira.


Não há aqui patrões nem horários.


Não há ninguém em cima de mim a dizer-me o que devo fazer.


Não há nada acima de mim.


Sou livre.


Posso ter só uns trocos no bolso. Mas sou livre.


Absolutamente livre.


Vós não sois.


Sou livre. Sou meu deus e meu senhor.


Sou livre.



in FREE ZONE-INFORMAÇÃO ALTERNATIVA
www.freezone.pt
press@freezone.pt

1 comment:

AZARÃO said...

Alguém já disse - não me recordo quem agora - : "o melhor escravo é aquele que julga ser livre"